Biblioteca Sinhá Junqueira

Histórico da Biblioteca

A instalação da Biblioteca Cultural de Ribeirão Preto foi pensada pela Sinhá Junqueira que deixou sua vontade expressa, bem como os recursos, em seu testamento: “Deixo a importância de seis milhões de cruzeiros, para o fim especial de ser fundada e instalada, na cidade de Ribeirão Preto, uma biblioteca pública, a qual será instalada no prédio da rua Duque de Caxias”.

Em 15 de março de 1960 a Biblioteca Cultural de Ribeirão Preto funcionou em um local provisório na Rua São Sebastião e em 01 de agosto de 1961 foi transferida para a Rua Duque de Caxias, momento em que teve seu nome alterado por meio de reunião do conselho da fundação cujo presidente era o Dr. Altino Arantes, pessoa de confiança, sobrinho e principal testamenteiro de Dona Sinhá Junqueira, passando a denominar-se “Biblioteca Cultural Altino Arantes”.

Em 2014 iniciaram-se as discussões para a revitalização da Biblioteca, sendo escolhido o arquiteto Dante Della Manna para liderar esse projeto, com a restauração a cargo da arquiteta Maria Luiza Dutra. O projeto da revitalização foi autorizado pelos órgãos de proteção do patrimônio das instâncias municipal Conppac (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural) e estadual Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo). 

O edifício ficou interditado por um ano, sendo que além da restauração do imóvel levantado em 1932, foram construídos mais de 900 m² de uma área moderna ao redor do casarão.
O investimento foi de R$ 11 milhões, sendo R$ 5,5 milhões na reforma do casarão e R$ 5,5 milhões na construção da nova área de 900 m², financiado pela Fundação Educandário “Coronel Quito Junqueira".

Em 06 de fevereiro de 2020 a biblioteca foi inaugurado com nova denominação “Biblioteca Sinhá Junqueira” em homenagem a sua idealizadora. 


BSJ em Síntese:

  • 1500 m2 de área construída
  • 14 mil livros
  • Sala de obras raras
  • 30 Computadores
  • 15 Salas de leitura e estudo
  • Auditório com 60 lugares
  • Sala com equipamentos de acessibilidade
  • Elevadores
  • Brinquedos e jogos
  • Agenda Cultural mensal
  • Cafeteria