Fev
28

Ano Macalé

Quarta, 28 de Fev de 2024 - 19h

Em -5 dias

Evento na Biblioteca Sinhá Junqueira dará início ao projeto “Ano Macalé” Comissão organizadora planeja calendário de celebrações em 2024 e início de 2025, em comemoração aos 50 anos de produção do artista visual Macalé A Biblioteca Sinhá Junqueira abrirá suas portas na noite do dia 28 de fevereiro, quarta-feira, por um motivo muito nobre: dar início ao Ano Macalé, projeto que prevê uma série de iniciativas entre exposições, bate-papos e exibição de documentários, com o intuito de celebrar a vida e obra do grande mestre Jaime Domingos Cruz, o Macalé, que completa 50 anos de produção artística em 2024. O evento, que vai contar com um coquetel, terá início às 19h e será aberto para o público em geral. O projeto Ano Macalé, organizado por uma comissão formada por membros da família do pintor, artistas, curadores, arquitetos, galeristas, historiadores e educadores locais, visa enaltecer a produção de Macalé e sua importância para as artes visuais. “Com uma jornada artística que em 2024 chega a cinco décadas, saudamos o Mestre Macalé! Seu legado, em obra e gesto, registra a sua subjetividade de uma Ribeirão Preto atravessada pela cultura negra, pela crítica social, pelo afeto familiar, pelo desejo de mudanças”, diz um trecho de texto sobre o artista escrito por Betto Souza, jovem curador, artista visual, profundo conhecedor da obra de Macalé e também membro da comissão organizadora do projeto. Para dar início às homenagens e apresentar a programação inicial do projeto, a comissão está preparando uma noite especial na Biblioteca Sinhá Junqueira, onde o público poderá acompanhar o vídeo documentário da série “Arte da Maturidade: Trajetórias”, produzido por Marcia de Freitas Alves, Gilberto Abreu e Holanda Filmes, em parceria com o Sesc Ribeirão Preto, que discorre sobre o trabalho e a vida de Macalé. Além de artista visual, Macalé é também forte referência quando se fala em arte-educação na cidade. “Reconhecer o pioneirismo de Macalé no ensino e produção da arte local é fundamental para que a sociedade cresça sadia, valorizando e preservando sua própria história”, enfatiza Yolanda Cipriano, artista visual, arquiteta, curadora e membro da comissão organizadora. Macalé ofereceu, de 1993 a 2005, oficinas gratuitas de pintura nos jardins dos Museus Histórico e do Café, localizados junto ao Campus da USP de Ribeirão Preto. As aulas aconteciam nas manhãs de domingo e marcaram a vida de muitas crianças. “Fico emocionada em saber que meu pai fez parte da vida de tantas crianças, hoje homens e mulheres que sentem um carinho especial por ele”, diz Márcia Cruz, filha primogênita do artista e que também integra a comissão organizadora. Após a apresentação do vídeo documentário, alguns membros da comissão organizadora irão apresentar a proposta do Ano Macalé, bem como esclarecer eventuais dúvidas dos participantes. Lançamento do projeto “Ano Macalé” Quando: 28/02/2024, às 19h Local: Biblioteca Sinhá Junqueira Endereço: Rua Duque de Caxias, 547, Centro, Ribeirão Preto-SP Contatos: (19) 99195-1616 Ana Vannucchi (16) 99419-3708 Márcia Cruz